BANNER SEFAZ

 

Campanha Nacional de Multivacinação tem início nesta sexta-feira (1º)

Brasília – O Ministério da Saúde promove o Dia D de Vacinação contra a gripe em postos de todo o País. A expectativa é imunizar, até o próximo dia 26, cerca de 90% das 54,2 milhões de pessoas que estão no público-alvo da campanha. (Marcello Casal Jr/AgenciaBrasil)

A partir desta sexta-feira (1ª) até 29 de outubro, crianças e adolescentes de zero a menores de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias) poderão atualizar a caderneta de vacina durante a Campanha Nacional de Multivacinação. É uma oportunidade para que pais e responsáveis levem seus filhos ao serviço de saúde para ficarem protegidos contra doenças imunopreveníveis, contribuindo para a melhoria das coberturas vacinais.

A estimativa, segundo dados do Programa Estadual de Imunizações, da Secretaria da Saúde (Sesa), é que cerca de 264 mil doses não foram aplicadas em crianças e adolescentes no Espírito Santo de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação. O objetivo é alcançar 100% dessa população, como informa a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo.

“Com a flexibilização das medidas sociais e a cobertura vacinal progredindo na vacinação contra a Covid-19, a nossa expectativa é que as famílias tenham uma adesão positiva à Campanha de Multivacinação e não deixem de comparecer ao serviço de saúde para levar suas crianças e adolescentes, para que com isso possamos aumentar as coberturas vacinais. É também, uma oportunidade de lembrar aos pais e responsáveis sobre a importância de proteger as crianças e adolescentes contra as doenças imunopreveníveis e suas possíveis complicações”, destacou a coordenadora.

Ainda segundo Danielle Grillo, a Campanha acontece em um cenário distinto, com a concomitância das demais ações de vacinação vigentes no país. “Temos a vacinação contra a Covid-19 e agora a Multivacinação. Então, é um momento propício para que toda a família, além das crianças e adolescentes, possa se vacinar”, disse.

Para a Multivacinação, serão ofertadas 18 vacinas do Calendário Nacional. A aplicação ocorrerá nas 493 salas de vacinação em todos os 78 municípios do Estado, tendo no dia 16, o dia “D” de divulgação e mobilização nacional.

Coberturas vacinais

Nos últimos anos, segundo dados do Programa Estadual de Imunizações, o Espírito Santo tem apresentado redução das coberturas vacinais dos imunizantes em que há meta preconizada do Ministério da Saúde com índice de 90% a 95% da população-alvo. Com a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), esse cenário se agravou.

“O ano de 2020 foi muito difícil para todos nós devido à pandemia, o que refletiu também na baixa procura e adesão das famílias às vacinas de rotina, mas essa redução da cobertura vacinal já é observada há alguns anos. Precisamos ressaltar a toda população os benefícios que as vacinas trazem à vida da criança e do adolescente, e da nossa também, como a proteção a doenças que, hoje, há como se prevenir através da vacinação”, salientou Danielle Grillo.

Abaixo, tabela das coberturas vacinais nos últimos quatro anos. Os dados de 2021 são parciais.

VACINAS2018201920202021
BCG99,98%90,10%78,40%76,45%
ROTAVÍRUS HUMANO93,64%88,70%81,71%74,71%
MENINGOCOCO C89,55%90,46%84,34%76,03%
PENTA89,83%66,36%¹87,30%75,07%
PNEUMOCÓCICA96,32%91,76%86,21%78,28%
POLIOMIELITE90,95%86,68%81,59%74,59%
FEBRE AMARELA73,87%70,89%64,67%67,76%
HEPATITE A88,57%91,96%83,02%73,23%
TRÍPLICE VIRAL D195,47%95,01%85,93%78,51%

Fonte: Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações. ¹Desabastecimento nacional da vacina pentavalente.

Vacinas disponíveis para Campanha de Multivacinação

Serão ofertadas às crianças de até sete anos de idade (06 anos 11 meses e 29 dias) as vacinas: BCG, Hepatite B, Penta, Polio inativada, Polio oral, Rotavírus, Pneumocócica 10-valente, Meningocócica C, Febre amarela, Tríplice viral (SCR – sarampo, caxumba e rubéola), DTP, Hepatite A e Varicela.

Já para as crianças a partir dos sete anos de idade até menores de 15 anos, serão ofertadas as seguintes vacinas: Hepatite B, Febre amarela, Tríplice viral, Difteria e tétano adulto, Meningocócica ACWY, HPV quadrivalente e dTpa.

Em relação à Meningocócica C, o Estado está oportunizando, até dezembro deste ano, a vacinação de crianças de até 10 anos que ainda não receberam a dose.

Covid-19 e Influenza

No Espírito Santo, a vacinação contra a Covid-19 já está na fase da imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos e, com a nova determinação do Ministério da Saúde, da última terça-feira (28), com a suspensão do intervalo de 14 dias entre a vacina Covid-19 e demais vacinas do calendário de vacinação, a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, ressalta a oportunidade de ofertar várias vacinas na mesma visita ao serviço de saúde.

“Com a ida ao serviço de saúde, a família pode oportunizar além da vacina Covid-19, as demais que possam estar em falta na caderneta do adolescente. Não podemos deixar de vaciná-los!”, frisou.

Além da Covid-19, o Estado também tem realizado a vacinação contra a Influenza. “E justamente as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade fazem parte de um dos grupos prioritários que precisamos alcançar a meta de cobertura contra a gripe, mas lembrando que para Influenza, havendo doses disponíveis, neste ano, todas as crianças a partir dos seis meses ainda não vacinadas podem receber a dose”, informou.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *