BANNER SEDU

 

Espírito Santo recebe visita da secretária nacional de Mudanças do Clima

O Governo do Estado recebeu, nesta segunda-feira (17), a visita da secretária de Mudanças do Clima do Ministério do Meio Ambiente, Ana Toni. A comitiva foi acompanhada pelo governador Renato Casagrande e pelo secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Felipe Rigoni, que apresentaram importantes projetos de infraestrutura e sustentabilidade desenvolvidos no Espírito Santo.

“Ainda temos passos a dar para alcançarmos a neutralidade de carbono até 2050. Metas a longo prazo precisam de passos ano a ano. Estamos executando uma série de obras e ações no Estado, que servem de referência para o País. O Fundo Cidades, por exemplo, tem investimentos que ultrapassam R$ 1 bilhão em obras de adaptações às mudanças climáticas e macrodrenagem, bem como o Plano de Descarbonização. A vinda da secretária é importante para aproximar o Governo das ações executadas a nível federal”, comentou o governador.

A agenda teve início com uma visita ao Centro de Inteligência da Defesa Civil (Cidec), em Vitória, uma instalação de alta tecnologia destinada à prevenção e resposta a desastres naturais. Com investimento superior a R$ 100 milhões, o Cidec é um dos mais avançados do País e visa aumentar a capacidade de resposta do Estado, com uso de tecnologia de ponta e a maior integração entre os órgãos dos Governos estadual e municipais.

Em seguida, foi realizada uma reunião no Palácio Anchieta, com objetivo de apresentar a estratégia climática do Espírito Santo, destacando o Programa Capixaba de Mudanças Climáticas e suas principais frentes: mitigação, por meio do Plano de Descarbonização do ES, e de adaptação, com o Plano de Adaptação às Mudanças Climáticas, atualmente em fase de estruturação.

O Plano de Descarbonização do ES, reconhecido como uma referência nacional, tem como objetivo reduzir as emissões de gases de efeito estufa e promover uma economia mais sustentável e de baixo carbono. Em novembro de 2023, o plano capixaba foi destaque na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP), realizada em Dubai, nos Emirados Árabes.

O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Felipe Rigoni, também ressaltou a relevância do plano. “Nosso objetivo é transformar o Espírito Santo em um modelo de desenvolvimento sustentável. Com políticas públicas eficientes e investimentos em tecnologia, queremos garantir um futuro mais verde para as próximas gerações. Nosso plano contempla diversas iniciativas, como a transição para fontes de energia renováveis e a implementação de práticas agrícolas sustentáveis”, afirmou.

A secretária de Mudanças do Clima do Ministério do Meio Ambiente (MMA) também compartilhou informações sobre o projeto Adapta Cidades, do Governo Federal, e enfatizou a importância do diálogo e do trabalho conjunto. Ela apresentou ainda a estratégia do MMA para alavancar o financiamento necessário para viabilizar a elaboração desses planos. Além disso, ressaltou que o Espírito Santo está bem avançado nessa área e pode servir como modelo para outros estados.

“As mudanças do clima já estão impactando a vida das pessoas de uma maneira negativa, como vimos não somente no caso do Rio Grande do Sul, mas também em diversos estados, a exemplo do que ocorreu no sul do Espírito Santo. Por isso, é importante trabalhar como vemos aqui na mitigação desses gases de efeito estufa e também na prevenção e adaptação das cidades. Fiquei muito impressionada com o monitoramento feito no Cidec de tudo que está acontecendo em todos os municípios do Espírito Santo, permitindo atuar de forma preventiva junto com os municípios e permitindo uma resposta rápida em casos de desastre”, relatou Ana Toni.

Na última parte da agenda, a comitiva fez visitas técnicas às obras do canal Rio Marinho e às Estações de Bombeamento de Águas Pluviais (EBAPs) do Rio Marinho e de Cobilândia, ambas no município de Vila Velha.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *