BANNER SETUR

 

Estado aumenta oferta de serviços de especialidades no Hospital Evangélico de Vila Velha

Em visita ao Hospital Evangélico de Vila Velha, o governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, nesta segunda-feira (09), a ampliação do serviço de cirurgias de cabeça e pescoço, procedimentos de oftalmologia, urgência oftalmológica e ressonância magnética com e sem sedação para a população. A ação tem como objetivo reduzir a demanda reprimida dos últimos anos e dar celeridade aos atendimentos especializados no Espírito Santo. Os novos serviços representarão um investimento mensal de R$ 1.758.355,60.

“É o terceiro dia seguido de eventos importantíssimos na área da saúde. No sábado [07], colocamos para funcionar o SAMU 192 em 18 municípios da região Noroeste, chegando a 97% da população capixaba atendida pelo serviço. Neste domingo [08] estivemos em Viana iniciando a vacinação da segunda meia dose do programa Viana Vacinada, um programa de pesquisa espetacular e que dará uma contribuição para o mundo. Agora estamos aqui em Vila Velha iniciando novos quatro serviços.  A equipe da saúde na base salva a vida das pessoas e também orienta para que não precisem ir até uma unidade de médio e alta complexidade com algo que pode ser resolvido de forma mais simples”, observou o governador Casagrande.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, o estado cumpre mais uma etapa da reorganização do modelo de assistência à saúde. “Em 30 anos de SUS, não tínhamos o serviço de urgência e emergência oftalmológica no Estado e agora inauguramos esse serviço aqui no Hospital Evangélico. Um avanço importante e sabemos que cada real investido na Associação Evangélica é a garantia de que o paciente do SUS é tratado com qualidade e dignidade. Temos já uma redução considerável da fila de cirurgias de cabeça e pescoço, pois a unidade se organizou para realizar as cirurgias ainda no período de pandemia”, destacou.

O Hospital Evangélico de Vila Velha é referência para a Região Metropolitana e para todo o Espírito Santo nos serviços de urgência/emergência oftalmológica, injeção intravítrea e o serviço de transplante. A unidade possui 159 leitos hospitalares destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 44 de UTI, 34 de enfermaria clínica, 75 de enfermaria cirúrgica e seis de hospital/dia.

Por mês, são realizados no hospital, em média, 744 internações e 32 mil procedimentos ambulatoriais. O valor mensal da contratualização com o Estado está em R$ 11.708.178,68.

A vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, também participou da visita. “Em todas as reuniões, o governador Casagrande sempre alerta que devemos ter um olhar cuidadoso e transversal com os serviços de emergência por ser tão importante. Para se ter ainda uma melhor percepção daquilo que é mais necessário. O Estado está presente de forma determinante nesta nova emergência, com toda uma equipe comprometida com a transparência, ética, justiça e cuidado com as pessoas. Isso é trabalhar pela vida, diariamente, e só tenho a agradecer em nome do povo capixaba pela dedicação de toda a equipe”, disse

A agenda oficial incluiu ainda uma visita do governador às obras da Unidade de Alta Complexidade de Oncologia (Unacon), que conta com recursos do Governo do Estado. Também estiveram presentes o prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo; o deputado estadual Hércules Silveira; além de secretários municipais, vereadores e diretores do hospital e instituições da área da saúde. 

Como acessar os serviços

Para ter acesso aos procedimentos de cabeça e pescoço que serão ofertados pelo Governo do Estado no Hospital Evangélico de Vila Velha, o cidadão deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua residência para ser avaliado pelo médico. Caso haja necessidade, o médico irá realizar o cadastro no sistema de Autorregulação Formativa Territorial (ARFT).

Já para os procedimentos oftalmológicos de urgência, o paciente deve procurar uma unidade de urgência e emergência geral uma Unidade Básica de Saúde (UBS), Pronto Atendimento (PA), Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou Pronto Socorro, caso haja necessidade, ele será encaminhado ao serviço de urgência oftalmológica do hospital.

Serviços ampliados:

– Cirurgia de cabeça e pescoço benigna:  51 cirurgias/mês;

– Procedimentos oftalmológicos: 42 cirurgias de vitrectomia, 440 procedimentos de injeção intravítrea, 440 tomografias de coerência ótica, 216 cirurgias de pterígio, 66 capsulotomia a laser – yag laser, 5.420 consultas e exames de rotina;

– Novos procedimentos: radiação por cross linking e implante de prótese;

– Urgência e emergência oftalmológica: serviço funcionando 24 horas, sete dias por semana;

– Ressonância magnética: 498 exames de ressonância, 100 exames com sedação.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *