BANNER DETRAN

 

Fapes lança assistente virtual inteligente para esclarecer dúvidas sobre os editais

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) inova e lança ferramenta de inteligência artificial para esclarecer dúvidas sobre editais e outras ações da Fapes. Nomeada Edite, a assistente virtual inteligente já está disponível no site da Fundação como um canal acessível, prático e de fácil entendimento. Inicialmente, as respostas programadas para a Edite são relacionadas aos dois novos editais abertos: 01/2024 – Parcerias entre Startups e 02/2024 – Universal de Extensão II. 

A Edite é um canal de comunicação em que o usuário do site vai poder iniciar um bate-papo e escolher, neste primeiro momento, de qual edital quer esclarecer dúvidas. O objetivo da Fapes com a inteligência artificial é a melhoria da comunicação e a facilitação do acesso à informação.

“A assistente virtual com IA generativa da Fapes, a Edite, veio para melhorar e facilitar o acesso à informação. Os usuários dos serviços da Fundação já estão usando a ferramenta e estão gostando. Com a Edite as respostas são mais rápidas e precisas, sanando dúvidas mais técnicas, e isso é importante para melhorar a comunicação da Fapes como um todo. Trata-se de um apoio técnico antes do acesso aos nossos colaboradores, muitas vezes ocupados com outras ligações e demandas, mas que, também, estarão disponíveis para atendimento mais personalizado”, explicou o diretor de Inovação da Fapes, Elton Moura.

O diretor também comentou sobre o conteúdo que a Edite vai atender neste início da implantação da ferramenta. “Inicialmente, a Edite atenderá as dúvidas de alguns editais. Para este ano, a ideia é termos todos os editais atendidos pela assistente virtual. Futuramente, outros atendimentos serão personalizados e possíveis aos pesquisadores, bolsistas, extensionistas, e todos que se interessarem pelas ações da Fapes. É a IA trabalhando em nosso favor”, pontou Moura.

Porque Edite?

Para escolha do nome da IA a Fapes convidou todos os colaboradores para sugerirem nomes por meio de uma pesquisa interna. Após as sugestões serem enviadas, a Diretoria Executiva da Fundação fez reuniões de alinhamento com os setores envolvidos na implantação da ferramenta, o Escritório Local de Processos de Inovação (ELPI) e o Núcleo de Tecnologia da Informação (Nutic), para definição.

Edite foi escolhido por ser um nome humano, feminino e remeter a palavra editais, maior produto que a Fapes entrega para sociedade capixaba, afinal o fomento oferecido pela Fundação, seja por meio de recursos financeiros, bolsas ou parcerias, é disponibilizado pelos editais. O nome Edite é um acrônimo das palavras editais, inovação, tecnologia e extensão, áreas de atuação da Fapes.  

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *