BANNER SEDU

 

Hospital Estadual Silvio Avidos comemora 74 anos de história

O Hospital Estadual Sílvio Avidos é referência em saúde na região noroeste do Espírito Santo há 74 anos, completados nesta segunda-feira (11). Inaugurado em 1949 e instalado em um prédio de arquitetura neocolonial na cidade de Colatina, a unidade não ficou parado no tempo e inova nos processos de gestão hospitalar.

A comemoração de aniversário, de acordo com o diretor-geral do hospital, Almiro Schimidt, vai contar com bolo e uma celebração ecumênica para servidores e usuários da unidade.

Ao longo de décadas, o hospital passou por diversas reestruturações para atender à crescente demanda de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O Silvio Avidos é referência em Urgência e Emergência e Traumatologia para 18 municípios da região Central do Espírito Santo, além de atender parte da demanda do sul da Bahia e leste de Minas Gerais.

No entanto, como explica Almiro Schimidt, a estrutura histórica da unidade tem limitações para a expansão, por isso, durante o Planejamento Estratégico 2023-2026 realizado neste ano, o governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou a construção de um novo hospital estadual em Colatina, com 260 leitos. A Secretaria da Saúde (Sesa) processo de definição da área para a construção.

Para otimizar os recursos disponíveis, o Silvio Avidos recebe diversos projetos de inovação na gestão hospitalar, por meio do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação na Saúde (ICEPi), inseridos no Programa de Gestão do Acesso e da Qualidade da Assistência nas Redes de Atenção à Saúde (PGAQ).

“Investimentos na melhoria contínua dos nossos processos resultam em melhor atendimento, diminuição do tempo de permanência hospitalar e aumento da possibilidade de recuperação. Nós primamos pelo atendimento humanizado e célere”, destacou Schimidt.

Eficiência

Como parte da otimização no processo de gestão que começou a ser implementada no hospital em 2019, três projetos do PGAQ estão em funcionamento na unidade: o Núcleo Interno de Regulação (NIR), que otimiza o acesso e giro dos leitos hospitalares para atender a um maior número de pacientes; a Medicina Hospitalista, em que o mesmo médico acompanha o paciente desde o momento da entrada até a alta hospital; e o Escritório de Gestão de Altas (EGA), que garante a alta segura do paciente, além das condições de saúde, mas também sociais, por meio de uma equipe multidisciplinar.

“Recebemos investimentos na parte da reestruturação do NIR, com capacitação e treinamento, que passou a funcionar 24 horas por dia com médicos reguladores; na Medicina Hospitalista, que trabalha de forma horizontal, de segunda a segunda, com o paciente sendo acompanhado durante todo o tratamento pelo mesmo médico; e o EGA, que completa o processo de internação”, explicou Schimidt. 

Os dados no NIR apontam que todos os pedidos de vagas no hospital, de julho de 2022 a julho de 2023, foram respondidos em menos de 2 horas, e todas as solicitações feitas no período foram aceitas. No mês de julho, o Silvio Avidos teve 605 pessoas internadas.

Além das iniciativas do ICEPi, em 2022, o Hospital Silvio Avidos também foi contemplado e passou pela capacitação do projeto “Lean nas Emergências”, do Ministério da Saúde, e executado pelo Hospital Sírio-Libanês (HSL), por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), que tem o objetivo de auxiliar os hospitais para diminuir a superlotação nos setores de Urgência e Emergência.

“Hoje, nós temos um protocolo de atendimento e esse tipo de paciente não fica aguardando em macas. Por exemplo, no protocolo de Acidente Vascular Cerebral (AVC), o paciente vai direto para emergência, é examinado, medicado e isso é feito dentro do prazo, que nos traz grande sucesso dele não ter sequelas”, informou o diretor.

Com o sucesso do “Lean nas Emergências”, o hospital foi um dos dez selecionados de todo o Brasil para implementar a segunda etapa do projeto no Centro Cirúrgico. De acordo com o diretor, isso vai otimizar as cirurgias, diminuir o espaço de tempo ocioso das salas e aumentar o número de cirurgias.

Dados

Números do Hospital Silvio Avidos em agosto de 2023:

– Atendimentos nos prontos-socorros: 1.648

– Internações: 691

– Cirurgias realizadas por segmento total: 427

– Profissionais: 541 servidores, além dos funcionários de cooperativas

 – Leitos: 122 (29 UTI, 12 UCP e 81 Unidade de internação)

História

O Hospital e Maternidade Silvio Avidos teve a construção concluída em 1946 e inaugurado em 1949, por meio de uma parceria entre os governos Federal e Estadual, e a Legião Brasileira de Assistência (LBA). A unidade foi construída no Centro de Colatina, no local conhecido, na época, como “Morro das Cabritas”.

O nome Sílvio Avidos é uma homenagem ao médico Silvio Monteiro Avidos. Nascido em Cachoeiro de Itapemirim, em 1901, Avidos viveu em Colatina até a morte e ficou conhecido pela atuação no combate da malária e da febre tifoide. Foi prefeito do município de Colatina entre março e agosto de 1945, quando morreu de tifo.

Apesar do nome ainda constar “Maternidade”, o hospital não realiza mais o procedimento. Atualmente, o “Silvio Avidos” tem como especialidade traumatologia, urgência e emergência, neurologia clínica, neurocirurgia, ortopedia, vascular, anestesiologia, intensivista (UTI) e cirurgia geral.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *