BANNER SECOM

 

Sooretama: reunião vai discutir contorno em BR

Pesquisadores, ambientalistas e técnicos que atuam na conservação da biodiversidade se reúnem virtualmente na Comissão Especial de Fiscalização da BR-101 nesta quinta-feira (17), às 14 horas. Na pauta está a apresentação a deputados do projeto que prevê o contorno da Reserva Biológica de Sooretama pelo lado oeste, pois o trecho de 25 quilômetros que corta a área preservada não deve ser duplicado pela concessionária Eco101. A reunião terá transmissão ao vivo pela TV Assembleia e pelo canal da Assembleia Legislativa no YouTube.

O professor do Departamento de Biologia da Ufes Aureo Banhos dos Santos explica que o desvio a oeste causaria menos impacto ambiental e passaria por uma região já degradada. Englobaria inclusive a zona urbana de Linhares, com início no Trevo de Bebedouro, antes da zona de amortecimento da Floresta Nacional de Goitacazes, e terminaria na altura do Trevo de Água Limpa, no município de Jaguaré. 

Segundo estima, o desvio teria extensão de 90 quilômetros, aumentando em 25 quilômetros o percurso atual pela BR-101. No entanto, analisa o professor, todo esse trecho seria duplicado e tornaria a viagem mais rápida porque não passaria por dentro de municípios e da reserva, como acontece hoje, o que acaba aumentando o tempo de deslocamento. Também seria mais econômico e seguro, garante. 

De acordo com ele, o desvio sugerido a leste não seria interessante uma vez que passaria por regiões ambientais protegidas por lei, como o mosaico da foz do Rio Doce e da Floresta Nacional de Goitacazes. Ele defende que a reserva e demais áreas de conservação têm importância ambiental para o mundo inteiro. “A rodovia é um vetor de desenvolvimento socioeconômico, mas antagônica à vocação da área que prima pelo desenvolvimento sustentável”, pontua.

Desde a década de 70, quando a BR-101 foi construída no trecho capixaba, inclusive já passando pela reserva de Sooretama (existente desde a década de 1940), foi possível ver uma mudança na paisagem, avalia o biólogo. Caso o desvio a oeste saia do papel, o trecho da rodovia federal entre Linhares e Sooretama assumiria importância para o deslocamento de moradores da região e no escoamento de produtos. 

Durante a reunião, o professor e demais participantes esperam detalhar a sugestão a fim de que os parlamentares a levem para a concessionária Eco101. Conforme destaca, o problema para a duplicação da BR não é a Reserva de Sooretama, mas sim a ausência de um projeto rodoviário para contornar a área, que não foi apresentado pela empresa.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *