Cobradores do Transcol voltam a atuar nos coletivos a partir do dia 14

Com um formato diferenciado, o Sistema Transcol vai passar a contar novamente com a atuação dos cobradores nos coletivos. A partir do dia 14 de fevereiro, cerca de 1.200 profissionais retornam as suas atividades nos ônibus, fazendo a recarga do CartãoGV, via cartões de crédito e débito. O pagamento em dinheiro nos coletivos continua suspensa.

Outra mudança é que os cobradores vão atuar somente nos coletivos sem ar-condicionado, de segunda a sexta-feira, nos horários de pico, conforme explicou o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno.

“É um novo formato, utilizando a tecnologia. Eles vão atuar como mais uma opção de recarga para facilitar ainda mais o dia a dia dos passageiros, além de toda rede de parceiros, autoatendimento, lojas e aplicativos que também continuam fazendo a recarga”, destacou Damasceno.

A rede de recarga do CartãoGV conta com mais de cem pontos. São eles: pelos aplicativos Recarga Pay, Banestes, Pic Pay e Kim+; nas máquinas de autoatendimento (ATMs) instaladas nos shoppings; no Masterplace Mall; no Aeroporto de Vitória, Rodoviária de Vitória e nos terminais de integração. Nesses últimos também é possível recarregar nas roletas, com os agentes de vendas e nas lojas do GVBus. Há ainda os estabelecimentos parceiros, como farmácias, lojas e outros tipos de serviço, localizados em pontos estratégicos e de maior demanda, além do MobiGV, a van itinerante.

Requalificação

Durante o período em que permaneceram afastados, os cobradores receberam os salários e benefícios integralmente e em dia. Uma parte da categoria, entretanto, foi reaproveitada em outras funções dentro das próprias empresas ou aderiu ao Plano de Demissão Voluntária (PDV).

Dos cobradores que integravam o Sistema Transcol em 2019, mais da metade (60%) foi contemplada pelo acordo que prevê a requalificação, assumindo novas funções no próprio sistema ou aderindo ao Plano de Demissão Voluntária.

Além das requalificações promovidas pelo Sistema Transcol e do PDV, a categoria teve a oportunidade de participar do Programa CNH Requalifica, lançado em 2021, pelo Governo do Estado, por meio da Semobi e do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES).

A iniciativa, exclusiva para cobradores do Transcol, permite que esses profissionais obtenham a habilitação (Categoria A, B ou AB), a fim de aproveitarem novas oportunidades de requalificação dentro ou fora do Sistema. A previsão é de que sejam concedidas 1.500 CNHs até o fim de 2022.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.