FIQUE LIGADO! Saiba como retirar o seu cartão do Bolsa Capixaba

Cerca de 13 mil cartões do Bolsa Capixaba, maior programa de transferência de renda do Espírito Santo, ainda não foram retirados pelos beneficiários. O benefício, reformulado no ano passado, passou a atender famílias que não estão recebendo o Auxílio Brasil.

De acordo com a Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), no mês de abril, mais de 24.700 famílias tiveram seus benefícios liberados. Desde a reformulação do programa, mais de R$ 15 milhões já foram repassados às contas dos beneficiários. Entretanto, apesar da divulgação nos canais de comunicação do Governo do Estado e da colaboração dos municípios e dos órgãos de imprensa, muitos beneficiários ainda não sabem que têm direito ao auxílio estadual.

Como e onde retirar o cartão do Bolsa Capixaba?

Por se tratar de um programa continuado e que depende do valor da renda declarada pelos usuários, a listagem de beneficiários é alterada todo mês, já que pessoas podem sair ou entrar no programa, caso atendam ou não aos critérios. Assim, quem quer saber se tem direito ao benefício precisa conferir se seu nome está na lista. Para consultar a listagem, a pessoa deve utilizar seu número do NIS ou o nome completo do beneficiário.

Link para lista: https://setades.es.gov.br/listabolsacapixaba

Após conferir o nome da lista, a pessoa deve se dirigir a uma agência do Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) para retirar seu cartão. Para os moradores da Região Metropolitana (Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória), os beneficiários devem procurar as agências centrais do Banestes dessas localidades. Nos demais municípios, basta se dirigir às agências do Banestes do território. Uma lista com o endereço das agências também está disponível no link informado acima.

Quem tem direito a receber o Bolsa Capixaba?

Os novos critérios para recebimento do Bolsa Capixaba são: ser morador do Espírito Santo; estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (com atualização nos últimos dois anos); ter a renda per capita mensal familiar de até R$ 155,00 e não ser beneficiário do Auxílio Brasil.

O valor do benefício será variável. O cálculo levará em conta a renda per capita que a família declarou no Cadastro Único e a linha de pobreza estabelecida pelo Estado. O valor médio do Bolsa Capixaba gira em torno R$ 164,00, sendo R$ 50,00 o valor mínimo que uma família pode receber e R$ 600,00 o valor máximo.

Não é necessário fazer nenhum cadastro para receber o benefício. A seleção é feita pela Setades, que utiliza os dados do Cadastro Único (Cadúnico) como base para criação da listagem de beneficiários. Dessa forma, todas as pessoas inscritas no CadÚnico, com cadastro atualizado e que atendam aos demais critérios estabelecidos pelo programa, automaticamente receberam o benefício. Por isso, é fundamental que as pessoas mantenham seu cadastro atualizado para garantir o recebimento do auxílio.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.