BANNER SEFAZ

 

Ministro da Infraestrutura anuncia homologação do aeroporto de Linhares

A homologação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) à operação comercial do aeroporto regional de Linhares e o início da duplicação de 22 quilômetros da BR-101 entre Guarapari e Anchieta foram duas das obras do Ministério da Infraestrutura no Espírito Santo anunciadas pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas à senadora Rose de Freitas (MDB-ES) em audiência no seu gabinete, nesta terça-feira, 3.

Na audiência, a senadora colocou com o ministro no viva voz do seu celular o governador Renato Casagrande, que assegurou restarem apenas pequenas obras de responsabilidade do Estado para tornar possível a homologação da Anac ao aeroporto de Linhares. “Assim que estas obras estiverem prontas, haverá o aval da Anac”, garantiu Tarcísio de Freitas.

Foram investidos até agora no aeroporto, no Norte capixaba, R$ 63 milhões, dos quais 70% – cerca de R$ 45 milhões – desembolsados pelo governo estadual e os restantes R$ 18 milhões oriundos do governo federal. As obras de ampliação da pista, que passa a ter 1.860 metros, foram concluídas, o que permitirá o pouso de jatos de porte até o modelo Boeing 757/200.

Tarcísio de Freitas disse que vai analisar o pedido de Rose, defendido junto ao Ministério também pelo governo capixaba e pela FINDES (Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo), de incluir no Plano Aeroviário Nacional os aeroportos regionais de Colatina e de Cachoeiro de Itapemirim.

O ministro da Infraestrutura assegurou, igualmente, a possibilidade de destinar recursos à obra de inclusão na BR-101 do Contorno Mestre Álvaro, outra reivindicação do empresariado e do governo do Espírito Santo. Anunciou, ainda, que o Ministério vai iniciar a elaboração do projeto da ferrovia EF-118 entre Cariacica e a divisão com o Rio de Janeiro.

“O Espírito Santo está na rota do plano estratégico do Ministério da Infraestrutura. O ministro Tarcísio trabalha conosco”, salientou Rose.

Participaram da audiência com a senadora capixaba, que discutiu a votação do novo marco regulatório das ferrovias, em tramitação no Senado, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale; o diretor substituto de Infraestrutura Rodoviária do Ministério, Lucas Vissoto; o coordenador-geral de Outorgas Ferroviárias, Rafael Vitale.

Estavam presentes também a subsecretária de Meio Ambiente do Ministério, Larissa Amorim; o diretor de Infraestrutura Ferroviária do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Marcelo Chagas, e os assessores especiais do Ministério Marcos Felix e Eduardo Praça.  

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *